_______________________________

sábado, 22 de Novembro de 2014

Voz de Zatonio Lahud Neto

No Botafogo, depois da tragédia vem a desgraça. No Botafogo, depois da tempestade sucede-se a lambança.” – Zatonio Lahud Neto, grande Botafoguense editor do blogue ‘Interrrogações’.

Nota do Mundo Botafogo: Façamos votos para que a seguir à tempestade do presidente-vampiro NÓDOA não se azulceda a lambança…

Azul é a cor da Série C


Notícias do Vestiário Alvinegro

Ricardo Baresi, editor do Vestiário Alvinegro (VA), por solicitação do meu amigo Gil Gomes, autorizou a reprodução de ideias e trechos noticiados no seu portal, enviando-me um abraço que retribuo neste momento. Muito agradeço a ambos os amigos. A designação de presidente-vampiro NÓDOA é da autoria do Mundo Botafogo.


O Vestiário Alvinegro dá-nos conta de diversas situações no Botafogo atual, algumas mais conhecidas e outras menos. Destaquei algumas notícias que menciono em seguida. As frases em itálico assinalam a reprodução textual do Vestiário Alvinegro.

A CORJA

A corja de Assumpção é formada por Sérgio Landau (diretor executivo), Bernardo Arantes (consultor executivo), Francisco Fonseca (vice de futebol), Marcelo Murad (vice financeiro) e Ayrton Mandarino (diretor comercial e de marketing) na linha de frente. Nas divisões de base, em Marechal Hermes, o "chefe" montou o segundo escalão. Formado por Ney Souto (gerente), Johnny Rodrigues (relações e contratos) e Eduardo Freeland (gerente técnico). Todos da chamada "turma da praia". […] Sidney Loureiro também fez parte do bando no primeiro mandato (gerente). No segundo foi alçado ao futebol profissional.”

O Mundo Botafogo faz notar que, desde o vice de futebol, passando pelas finanças e marketing, até à gestão das categorias de base e das instalações desportivos, o desastre é total e nenhum desses ‘gestores’ fez fosse o que fosse para melhorar o Botafogo. Na verdade, as finanças são desastrosas, o marketing desapareceu, a gestão das bases é nula, as instalações de futebol estão todas comprometidas: o Engenhão encontra-se nas mãos da prefeitura por culpa do presidente-vampiro NÓDOA; Marechal Hermes destruído e em seu lugar reinando o mato atualmente; o campo de General Severiano está interdito e Caio Martins atingiu a degradação total. Uma ‘turma da praia’ altamente perniciosa que deveria responder, futuramente, pelos seus atos em tribunal, pelo menos por ‘gestão danosa’.

A CRISE E SEUS CONTORNOS

Baresi dá-nos conta que Vagner Mancini não dispõe de qualquer autoridade de comando relativamente aos jogadores, os quais se insurgiram contra ele desde as críticas públicas que fez à primeira derrota da série de quatro derrotas que sofremos nas quatro últimas rodadas.

O presidente-vampiro NÓDOA nem sequer tem tentado debelar a crise atual e não viajou com a equipe para presenciar o último jogo do Botafogo sob a sua presidência.

A dívida trabalhista do Clube ronda R$ 150 milhões. Existem 104 (!) processos trabalhistas a correr contra o Clube.

O presidente-vampiro NÓDOA recusou-se a fornecer os contratos envolvendo o Engenhão.

Os afastamentos de Marlon e Luís Guilherme, nunca foram explicados pela diretoria. Porém, segundo o VA apurou, estão relacionados à política de escolha de empresários. Uma situação nebulosa. Em que supostamente estariam envolvidos, os membros da corja de vagabundos que comanda a situação da assinatura de contratos dos garotos egressos das categorias de base. Todos da turma dos "amigos da praia" de Maurício Assumpção.

O segundo escalão está envolvido num escândalo de favorecimento a empresários amigos aquando da assinatura de contrato das promessas das categorias de base.”

O clube está literalmente quebrado. Vivendo uma crise moral sem precedentes. Devendo aos quatro cantos do país. Mais de sete meses de salário aos jogadores. Os funcionários vivendo de pires na mão. Porém, para um ser em especial, o cenário é outro: paradisíaco. O céu é o azul das mil maravilhas. O nome dele? Todos sabem.”

JEFFERSON E A DESFAÇATEZ DA CHAPA AZUL

"Tenho contrato e gosto muito do clube. Mas vai depender da próxima diretoria, Se ela disser que não pode ficar comigo, nós vamos acertar o que temos de acertar e ver o que é melhor para as duas partes. Se não puderem me encaixar no projeto, vou ver o melhor caminho. Quero deixar claro, que não estou ganhando quatrocentos mil como foi comentado. Isso não é verdade. Eu tenho carinho pelo Botafogo. Se quiserem conversar, podemos entrar num acordo. Mas se a declaração do Montenegro for a da próxima gestão, aí é vida que segue", afirmou Jefferson. Detalhes: Jefferson desmentiu o "padrinho" da Chapa Azul. E mais: Montenegro não fala pelos demais candidatos. Só pelo seu: Carlos Thiago Cesário Alvim.”

O ÔNIBUS DO BOTAFOGO E O DESCLASSIFICADO PRESIDENTE-VAMPIRO

A palavra do presidente-vampiro NÓDOA, desde o início da sua 1ª candidatura, enganou o vice da sua Chapa, afeto ao Movimento Carlito Rocha, e a sucessão de mentiras, omissões, desaforos e suspeições sucederam-se até mesmo ao último momento da sua desastrosa e danosa presença em General Severiano. Um exemplo:

Carlos Alberto Torres, em 2012, foi convidado por Maurício Assumpção, para ocupar um cargo institucional. Objetivo: procurar parcerias na Europa. Funcionar como embaixador do Engenhão. A amizade entre os dois, não durou muito. Porque o presidente - como de hábito - não cumpriu algumas promessas. Mesmo assim, foi suficiente para Carlos Alberto Torres conseguir a doação do ônibus. De uma famosa empresa alemã. Fruto da amizade com Franz Beckenbauer.

Finalmente, o Mundo Botafogo adianta que o presidente-vampiro NÓDOA está a preparar um esquema para sacar proventos do Botafogo a seu favor após a sua saída, e que a Comissão de Crise, nula até agora, está atenta a mais uma eventual negociata.

NÃO VOTE CHAPA AZUL. VOTE PELO BOTAFOGO!

Fonte das notícias: Vestiário Alvinegro, editado por Ricardo Baresi

Sporting 5x0 Sporting de Espinho

Um jogo entre uma equipe candidata ao título nacional e uma equipe da III Divisão dificilmente teria outro resultado do que uma goleada se os Leões levassem o jogo a sério e não menosprezassem o adversário. Levaram a sério.

De destacar que Marco Silva mudou radicalmente a escalação, testando outros jogadores menos rodados.

O Espinho aguentou até à 1ª parte, perdendo apenas por 1x0 com um gol aos 32’. Porém, na segunda parte, após o 2º gol, o Espinho desabou psíquica e fisicamente. Deve-se destacar que todos os jogadores espinhenses são amadores.

No entanto, a Taça de Portugal é uma competição muito cotada, apelidada como ‘a festa do futebol’. Essa festa foi mais uma vez evidente em Espinho quando o Sporting local foi goleado e eliminado no seu 4º jogo pela Taça de Portugal e, ainda assim, todo o time foi efusivamente aplaudido por todos os torcedores que dez minutos após o final da partida ainda estavam na arquibancada colorindo ‘a festa do futebol’ (imagem abaixo).

O 3º gol sportinguista foi uma pintura: Carlos Mané recebeu a bola na ponta direita, deu um lençol ao espinhense, rodou e deu passe de calcanhar a Fredy Montero, que dentro da área driblou um, driblou dois e, descaído para a direita, quase sem ângulo, fuzilou a baliza pelo alto. Um ‘golaço’ de jogada.

FICHA TÉCNICA
Sporting 5x0 Sporting de Espinho
» Gols: Fredy Montero, aos 68’ e 81’, João Mário, aos 32’ e Tanaka (pen.), aos 77’
» Competição: Taça de Portugal
» Local: Estádio Marcolino de Castro, em Espinho
» Dia: 21.11.2014
» Árbitro: Vasco Santos (Porto)
» Disciplina: cartão amarelo: João Mário (Sporting) e Pipa e Fábio Gonçalves (Sporting de Espinho); cartão vermelho: Fábio Gonçalves (Sporting de Espinho) (2º amarelo)
» Sporting: Marcelo Boeck; Miguel Lopes, Maurício, Sarr e Jonathan Silva; André Martins, Rosell e João Mário (Esgaio); Carlos Mané (Podence), Fredy Montero e Capel (Tanaka). Técnico: Marco Silva. Tática: inicial – 4x3x3; final – 4x4x2.
» Sporting de Espinho: Stephane; Lapa, Ricardo Correia (Federico), Fábio Gonçalves e Pedro Pereira; Miguel Moreira, João Dias e Pipa (Muelson Samate); Williams, Jonathan e Rui Lopes (Capela). Técnico: Calica. Tática: inicial – 4x3x3; final – 3x3x3.

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Voz de Maurício (twitter)

"O BOTAFOGO CAIU! E AGORA? AGORA VOU ACOMPANHÁ-LO NA SÉRIE 'B'. EU AMO O BOTAFOGO, NÃO A SÉRIE 'A'." – omauriciolf no twitter.

Tendências de voto dos internautas

MUNDO BOTAFOGO

RÁDIO BOTAFOGO

Jobson, ex-jogador de um futebol prometido...

Imagem: Fala Glorioso.

É verdade que quem fez toda a ‘merda’ foi o presidente-vampiro, mas isso não iliba Jobson de ser um irresponsável, seja em 2009, seja por todos os clubes que passou ao longo de cinco anos inúteis numa carreira que poderia ter sido brilhante.

Após bater ridiculamente um pênalti com metade da chuteira acertando na grama, Jobson disse que não se arrepende de ter batido o pênalti e está disposto a bater outros pênaltis porque – diz – “tenho personalidade para isso”.

Jobson, não se ridicularize mais ainda confundindo o significado das palavras: se há coisa que lhe falta é… personalidade! - Procure outra profissão, porque a de futebolista foi desleixadamente atirada pela janela. Deus dá nozes, mas não as quebra...

Quem dominava, quem domina o Botafogo

Além do presidente-vampiro, os homens que dominam o Botafogo na descida de divisão: Montenegro, Rolim e Palmeiro
Após a 1ª descida à 2ª divisão, quem dominava o Botafogo em 2002: Montenegro, Rolim e Palmeiro
NÃO SE ENGANE A VOTAR, BOTAFOGUENSE!

Estrelas do Futuro: Botafogo campeão sub-10 da Taça Brasil


O Botafogo de Porto Ferreira (São Paulo), Unidade das Estrelas do Futuro da Escola Oficial de Futebol do Botafogo do Rio de Janeiro, sagrou-se campeão invicto da Taça Brasil de Futebol Menor, ao empatar com o Porto Ferreira por 0x0 e 1x1, conquistando o título por saldo de gols.

As duas equipes chegaram invictas às finais e assim permaneceram até ao encerramento da competição, que contou com um campeão invicto e um vice-campeão invicto. A disputa, uma das quatro agendadas para o mesmo dia, foi a mais esperada da tarde. O Porto Ferreira terminou a 1ª parte em vantagem no marcador, mas aos dois minutos do 2º tempo o goleiro Diogo Assoni, do Botafogo, empatou a partida cobrando um pênalti e deu números finais ao placar.


O Botafogo de Porto Ferreira sagrou-se campeão pela vantagem de 24 gols de saldo contra 17 do Porto Ferreira FC.

FINAIS
1º Jogo: Botafogo 0x0 Porto Ferreira FC
2º Jogo: Botafogo 1x1 Porto Ferreira FC
» Gol: Diogo Assoni (goleiro), aos 2’ 2ºT
» Data: 15.11.2014
» Local: Município de Descalvado (SP)

O destaque da categoria foi o artilheiro Luis Felipe Delgado, do Botafogo, com 13 gols.

Pesquisa de Rui Moura (blogue Mundo Botafogo)

quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Voz de Paulo Romai

Nada mais coerente dentro de toda a incoerência do atual Botafogo que o Jobson estar em campo e bater o tal pênalti. É a confirmação de que estamos entregues. Para justificar, recorro-me à frase do saudoso Neném Prancha que dizia que: “pênalti é coisa tão importante, que quem devia bater é o presidente do Clube.” Como não há presidente, eis que ele pegou a bola, foi lá e fez o que fez!” – Paulo Romai, brilhante botafoguense editor das tirinhas da Turma do Roma.