sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

Parabéns, Maurício Assumpção e equipa!

.

Caro presidente Maurício Assumpção

Venho por este meio desejar-lhe um excelente ano pessoal e profissional, especialmente à frente da gestão do Botafogo de Futebol e Regatas!

Quero também felicitá-lo antecipadamente pela tomada de posse como presidente do Botafogo de Futebol e Regatas, que ocorrerá amanhã, e da qual deposito enorme confiança para um mandato bem sucedido à frente d'O Glorioso!

Finalmente, desejo felicitá-lo pela excelente contratação para o cargo de coordenador das modalidades olímpicos, o que evidencia a sua largueza de visão no que respeita ao Botafogo como uma entidade global no âmbito do desporto brasileiro!

Aceite, uma vez mais, o meu apoio e um abraço Glorioso!

[Mensagem enviada ontem pelo editor do blogue ao presidente Maurício Assumpção]

Foto: André Durão / Globoesporte

17 comentários:

Julian Viáfara disse...

UM EXCELENTE ANO NOVO PARA VOCÊ!
LINDO O BLOG
BEIJOS

www.viafaraparedao.blogspot.com

Danilo Julião disse...

Rui, eu acabei de ler a respeito do André Lima...eu to besta...será que teve má intenção de quem publicou a notícia? A meu ver(e de todos os alvinegros que leram), ele tinha dito 'timinho'...mas lendo a entrevista ficou tudo bem mais claro...

Como você disse: é fácil mancharem afigura de alguém! Mas vendo agora, ele tem suas razões para não voltar, afinal ele é um trabalhador...eu cheguei a ficar muito revoltado com a suposta frase que ele havia dito, mas agradeço aos amigos qu fizeram essa entrevista e esclareceram esse mal-entendido!

Na paixão, esquecemos da razão!

Valeu, Rui! Obrigado!

Abração!

Vinícius Barros disse...

Rui, te mandei alguns e-mails. Mandei de forma até precipitada, em vez de reunir os dados e enviá-los de uma vez só, né!? Enfim, acho que está valendo é ajuda. Acho que o link que te enviei, pode te ajudar, caso já não sege uma de suas fontes. Bom, espero ter contribuído, mas ainda tem muitas datas pendentes e vou ajudara a preenche-las! Só uma pergunta: Vamos supor que uma data exista 2 ou mais eventos importantes e só um está arquivado... como vou saber se o que descobri é ou não é o que foi arquivado? Pergunta difícil, não é!? rsrsrs!

Saudações Alvinegras!

Rui Moura disse...

Que loucura essa paixão pelo Viáfara!... rsrsrs... Uma curiosidade: o meu ídolo preferido de sempre (que me desculpe o 'extra-terrestre' Garrincha) foi o MANGA!... Que goleiro! Que voos de águia ele fazia!... Um verdadeiro delírio futebolístico!... Muitos títulos do Botafogo foram conquistados pelas defesas fantásticas de Manga quando os ataques estavam apáticos!

Boa sorte para o Blogue!

Rui Moura disse...

Danilo, não acho que o Paulo Marcelo tenha sido mal intencionado. Aliás, tenho a certeza que não. O Paulo Marcelo é boa gente. Creio é que muitos de nós vivem excessivamente as emoções à flor da pele e acusamos facilmente disto e daquilo o vizinho, o colega de trabalho, o condutor do carro, etc. E depois perdemos a razão, claro, porque não agimos sustentadamente.

O uso da razão foi-nos dado para... usarmos a razão! Se ela não fosse precisa, não estava dentro de nós. Se está, é para usar. E um dos grandes problemas da humanidade é não fazer uso da razão ou fazer mau uso da razão. Entre outras coisas ensino isso na minha universidade: raciocinar, analisar, descobrir o que está para além daquilo que os sentidos pressentem. Se eu funcionar apenas pelos cinco sentidos e pela emoção, eu sou uma pessoa incompleta. Devo usar os sentidos, as emoções, os valores e a razão. Quando uma componente importante asociada a uma dessas coisas falha, as nossas observações sobre a vida falham também.

Claro que falhar, errar, é humano e normal. O problema é que temos dificuldade em fazer a aprendizage para não repetir o erro. Já viu o Botafogo?... Erra sempre nas mesmas coisas... Porque é que as pessoas que estiveram à frente do clube insistiram nos mesmos erros?... Porque é que Montenegro erra sempre na mesma coisa?... Bebeto na mesma coisa?... Cuca na mesma coisa?... Ney na mesma coisa?... Etc... Simplesmente porque não usam os mecanismos de DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL. Nós evoluímos muito tecnologicamente, mas pelo menos desde há dois mil anos que não acrescentámos nada ao desenvolvimento da nossa alma. É difícil fazê-lo, mas não é para isso que somos humanos?...

Animal bebe, come, defeca, urina, fornica, 'dá á luz', vive muito em comunidade como nós... Ora, se nós só fizessemos isso que os animais fazem, para quê a razão?... A razão é para nos desenvolvermos como pessoas...

Não há incompatibilidade entre a razão e emoções secundárias, isto é, emoções 'trabalhadas'. O problema é que usamos apenas as emoções primárias. Eu emociono-me profundamente com imensas coisas na vida e, contudo, uso a razão na mesma. Combinar ambas adequadamente é evolução.

Saudações Gloriosas!

Rui Moura disse...

Vinícius, vou ao e-mail agora. Mas confessoq ue não compreendi a sua pergunta. Você disse:

"Vamos supor que uma data exista 2 ou mais eventos importantes e só um está arquivado... como vou saber se o que descobri é ou não é o que foi arquivado? Pergunta difícil, não é!? rsrsrs!"

O que é quer dizer com 'evento arquivado'. Arquivado onde?...

Para algumas datas eu tenho dois e três eventos. Vou citar todos. A sua questão relaciona-se com isto, Vinícius?...

Saudações Gloriosas!

Vinícius Barros disse...

Exatamente! Talvez haja algum evento importante que não foi registrado, mas outro, no mesmo dia sim... como só tenho as informações sobre 'data completa' e 'data incompleta', não tenho como ter certeza se um ou outro evento está nos seus registros! Não o culpo, é muito confuso, mesmo! rs!

Abs!

Rui Moura disse...

Tornei a pensar no assunto e regressei aqui para lhe dizer que já tinha percebido a sua questão. Entretanto, o Vinícius clarificou-a. Eu creio que o fundamental agora seria preencher as datas em branco, que ainda são muitas. Se conseguíssemos isso era soberbo!... Acho difícil...

Saudações Gloriosas!

Fernando Lôpo disse...

Esse goleiro Viáfara é uma figuraça. Tem um lance dele pelo Atlético-PR contra o santos na Vila que é sensacional.

Ele recebe uma bola recuada e domina com os pés, obviamente, dentro da área. Rodrigo tabata vai pressioná-lo. Viáfara pára a bola, balança o corpo na frente de Tabata, que por sua vez dá um carrinho. Viáfara corta para a direita e sai jogando, enquanto Tabata ficou no chão.

Coisa de doido, de Higuita. Imagino a torcida do Atlético-PR na hora vendo aquilo.

Vejam aqui nesta matéria esse e outros lances:
http://br.youtube.com/watch?v=z2afSiGzh1A&feature=related

Abraços.

Danilo Julião disse...

Rui, sem querer você me forneceu combustível e assunto pra minha próxima crônica...

Se me permite adicionar uma coisa ao seu brilhante comentário, eu acho que além de não sabermos usar a razão é colocarmos razão e emoção em lados antagônicos...e somos mestres em fazer isso,não?

Na hora do jogo então, aí é que a coisa só piora...quantas vezes eu não fiz isso...mas valeu esse alerta!!!!

Abração!!!SA!

Rui Moura disse...

Essa não conheço, Fenando. Deve ter sido um verdadeiro delírio ver!

Abraços.

Rui Moura disse...

Claro, Danilo, emoção e razão não são antagónicos - são parceiros!

Abraços Gloriosos!

Rui Moura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Lôpo disse...

Pessoal, uma notícia, pra mim má e pra outros boa: Botafogo acertou a volta de Juninho.
http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL942083-9825,00.html

Duvido que venha ganhando pouco e além de não resolver a defesa ainda vai atrapalhar. Seremos obrigados a jogar com 3 zagueiros, teremos de volta um zagueiro lento e péssimo no alto, numa zaga que já não é lá muito alta.

Se ele tiver de jogar, eu voltaria ao 3-4-3 com Renan, Teco, Juninho e Eduardo; Alessandro (Thiaguinho), Leandro, Lucas e Wellington Jr; Maicossuel, Reinaldo e Diego. Outra opção seria o Edurado no lugar do Wellington Jr. e um cabeça-de-área completando o trio de zagueiros, como o Léo Silva.

Mas preferia que ele não jogasse. Ou melhor, que nem viesse.

Valeu.

Rui Moura disse...

Fernando, estou de acordo. Em 2007 muitos gols dos adversários foram feitos em cima de território teoricamente do Juninho. Por isso é que eu continuo pasmado como é que as pessoas podem não perceber nada de futebol ao nível das contratações. A pergunta é: quem é que viu capacidade em Juninho para jogar no então bicampeão brasileiro se nem no BFR nós lhe reconhecemos nível?...

Abaços gloriosos.

Fernando Lôpo disse...

Rui, daquele time de 2007 muita gente tem de agradecer de pés juntos ao Cuca a subida rápida que tiveram na carreira.

Joilson e Juninho, até então reservas que iam e vinham, conseguiram ir com grande salário pro São Paulo. André Lima, de fraca passagem no Vasco, rodava time pequeno e conseguiu ir ganhar muito bem na Alemanha. O mesmo Zé roberto, que já havia jogado no exterior e até foi bem em 2006, mas ganhou uma projeção que nunca teve. Jorge Henrique também se descobriu um polivalente com ele e Dodô passou a ser reconhecido com um grande centroavante.

Cuca soube tirar o melhor de cada um, e muitos deles conseguiram uma projeção e contratos ótimos para garantir a aposentadoria.

Juninho, a meu ver, é mais uma dessas "criações" do Cuca. E o que sempre digo: futebol tem um negócio chamado fase. Não é fácil, mas temos de saber diferenciar um jogador realmente bom de um mediano em boa fase ou diferenciar um mau jogador de um bom jogador em má fase. Já cansei de me enganar com isso.

Para mim, e aí quase toda a torcida discorda, André Lima é mais um mediano que teve boa fase em 2007. Eu não o contrataria nem pela metade do que ele ganha.

Lembra do time de 1995? Para mim tinha uma ótima dupla de zaga, um bom ataque, o Beto que era um pouco acima e o resto comum, mediano. Tanto que Sergio manoel, Wilson, André Silva, Jamir e Leandro nunca mais jogaram nada em lugar nenhum. Donizete ainda teve uma fase no Vasco e Beto uma no flamengo. Os outros, quem contratou não se deu muito bem. hehehe

Abraços.

Rui Moura disse...

Estou globalmente de acordo. No que respeita ao André Lima eu vi simples gols de oportunidade e alguns de grande qualidade. Não é craque, como o Jardel nunca foi, e no entanto marcou centenas de gols. André poderia ter sido muito mais no Botafogo se o Cuca tivesse querido [ainda guardo curiosidade por um regresso do André...]. Perdeu essa fase porque fez a asneira de ir para o futebol alemão, embora tivesse que ir para algum lado e não ser reserva do Dodô. Como o Zé Roberto, aliás, fez asneira. Brasileiro em futebol alemão é meio caminho andado para o insucesso. Brasileiro tem que jogar em países latinos: Portugal, Espanha, Itália. Fora disso, é fiasco quase garantido, porque não se encaixa no modelo de jogo da europa central e do norte.

Quanto a enganos, estou a escrever um artigo para o Arena Alvinegra precisamente sobre isso, sobre contratação de jogadores.

Abraços Gloriosos!