terça-feira, 28 de março de 2023

Botafogo 3x1 Portuguesa

por RUY MOURA | Editor do Mundo Botafogo

Claramente o Botafogo produziu mais individual e coletivamente em relação aos últimos jogos, mas, ainda assim, bastante aquém do que seria de esperar para esta fase. Os progressos têm que ser mais rápidos, quer ao nível do desempenho individual, quer ao nível do desempenho coletivo, embora se tenha verificado um avanço no repertório de ataque e no aproveitamento das bolas paradas – algo essencial para resolver partidas no futebol moderno.

O jogo iniciou-se com o Botafogo em bom plano, atacando com consistência e perdendo duas oportunidades de gol por Tiquinho e Marçal antes do primeiro quarto de hora. A marcação era alta e a Portuguesa remetia-se à sua muralha defensiva, resultando dessa posição o primeiro gol do Botafogo. Aos 25’ a Portuguesa atrasou, ainda dentro do meio campo do Botafogo, uma bola por quatro vezes sucessivas até chegar ao goleiro, que se atrapalhou com a bola e deixou-a à mercê de Eduardo que inaugurou o marcador.

Aos 29’ Lucas Piazon, cara a cara com o goleiro, teve nos pés a possibilidade claríssima de ampliar o marcador e criar a quase impossibilidade da Portuguesa se classificar, mas, em mais uma noite muito ruim, chutou à figura do goleiro apesar de ter o lado direito da baliza escancarado.

A Portuguesa permaneceu com dificuldades em atacar, mas, entretanto, o Botafogo baixou a guarda como habitualmente, abriu mais espaços entre as linhas e a Portuguesa começou a fazer perigar mais as bolas de ataque a partir dos 40’, acabando por empatar aos 44’.

No segundo tempo, aos 50’, a Portuguesa teve a possibilidade de marcar novamente, mas a falta de pontaria dos seus atacantes impediu a virada. Os adversários continuaram a lutar pelo empate em contra ataques infrutíferos e Luís Castro fez três substituições para dar mais força ao ataque. E na insistência do ataque e ganho de escanteios, foi por esse meio que, em cobrança de Marçal aos 69’, Victor Cuesta entrou de rompante à boca da baliza e colocou o Botafogo novamente em vantagem.

Com a Portuguesa acreditando que poderia marcar dois gols, lançou-se ao ataque e, necessariamente, abriu espaços entre linhas, acabando por permitir que o Botafogo jogasse um futebol mais vistoso de envolvimento. E em contra ataque rápido em tabelinha, aos 83’, Eduardo galopou em direção à área, lançou para Carlos Alberto à esquerda, que centrou para a área e Raí apareceu solto para marcar um bonito gol no rebote e decidir o segundo finalista da Taça Rio.

É curioso ser Eduardo talvez o jogador de linha mais inteligente da equipe tendo em conta que a sua carreira passou por clubes brasileiros e portugueses de dimensão modesta (no Porto esteve apenas na equipe B e depois emprestado) e após isso no futebol árabe durante 7 anos. Isto é, o nosso (talvez) melhor jogador teve carreira modesta…

Será finalmente a partir de agora que o futebol do Botafogo começa a estabilizar? Ou novas suspensões de Tiquinho e Marçal desarrumarão novamente o onze botafoguense?

Individualmente, Luís Henrique e Lucas Piazon não têm evidenciado a mínima qualidade para serem escalados. Ao contrário, Lucas Perri, Adryelson, Victor Cuesta, Marçal, Tchê Tchê e Eduardo mostram que já temos meia equipe para a Copa do Brasil e o Brasileirão.

E os reforços Mr. Textor?!?!?!... E OS REFORÇOS?!?!?!...

 FICHA TÉCNICA

Botafogo 3x1 Portuguesa

» Gols: Eduardo, aos 26’, Victor Cuesta, aos 69’, e Raí, aos 83’ (Botafogo); Elicley, aos 44’ (Portuguesa)

» Competição: Taça Rio (semifinal)

» Data: 27.03.2023

» Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)

» Público: 1.250 pagantes; 1.595 espectadores

» Renda: R$ 46.572,00

» Árbitro: Alex Gomes Stefano; Assistentes: Raphael Carlos de Almeida Tavares dos Reis e Rafael Sepeda de Souza;

» Disciplina: cartões amarelos: Di Placido e Tchê Tchê (Botafogo); Victor Feitosa e Elicley (Portuguesa)

» Botafogo: Lucas Perri; Di Placido (Rafael), Adryelson, Victor Cuesta e Marçal; Tchê Tchê (Gabriel Pires), Lucas Fernandes (Marlon Freitas) e Eduardo; Lucas Piazon (Raí), Tiquinho Soares e Luís Henrique (Carlos Alberto). Técnico: Luís Castro.

» Portuguesa: Bruno; Watson, Matheus Santos (Darlisson), Lucas Santos e Yuri; Victor Feitosa, João Paulo (Fernandes) e Anderson Rosa (Cafu); Emerson Carioca (Elicley), Lucas Silva e Romarinho. Técnico: Felipe Surian.

2 comentários:

Sergio disse...

Vi o mesmo jogo que você, nada a crescente ao comentário sempre muito bom.
Realmente com 2 ou 3 jogadores destoando em campo, ontem mais uma vez o Piazon e o Luís Henrique, ou seja, os dois extremas, naturalmente há uma defasagem na construção de jogadas. O terceiro, apesar de não comprometer e gosto dele, mas vê-se claramente que o Lucas Fernandes ainda carece de uma melhor forma fica e técnica, mas somente com a sequência de jogos poderá readquirir a forma.
Minha surpresa ontem foi a falha do excelente goleiro Lucas Perri, o que infelizmente acontece, e felizmente não prejudicou a equipe, o Perri não merecia ser castigado por um erro que dificilmente comete, mas futebol as vezes é cruel com grandes jogadores. Acho que com alguns reforços de nível o Botafogo tem condições de crescer na temporada. ABS e SB!

Ruy Moura disse...

Não mencionei o Lucas Fernandes porque é daqueles que está a meio caminho de poder ser interessante. Talvez sirva para reserva, porque precisamos de reservas comalguma capacidade. Quanto ao Perri, nada de anormal: o Manga também tomou frangos monumentais! É que temos simplesmente que admitir isto: se os atacantes falham dezenas e dezenas de gols à boca da baliza como pedir a um goleiro que seja infalível? Ainda por cimacm uma baliza tão grande? (rsrsrs)

Com reforços poderá crescer rapidamente, sem reforços ficaremos no pântano todo o ano, culpando Textor, Mazzuco e Castro. Ou outros Mazzucos e Castros que o JT contrate. Quem ficaria delirante de prazer seriam os corneteiros do costume, tendo 'festividades' nas redes sociais em todos os dias do ano.

Abraços Gloriosos.

Garrincha, biografia aos quadradinhos em noventa páginas

Fonte: comix.com.br Compilado de COMIX.COM.BR & VIGILIANERD.COM.BR Escrito por  Fabiano Santos  e ilustrado por  Samuel Bono , a  HQ...